Novo site do Cem Flores

Apresentamos aos camaradas e amigos o novo site do Cem Flores. O antigo blog é agora o site cemflores.org

O objetivo que nos move é o mesmo. Contribuir para retomar a organização da classe operária no Brasil, o seu verdadeiro e independente instrumento de combate, a sua ferramenta de luta contra a exploração e a dominação capitalista. Contribuir para reconstruir o partido comunista proletário e revolucionário, o partido da classe operária, no Brasil.

Para isso, temos claro que é necessário retomar o marxismo, a partir do estágio mais elevado a que chegou em seu desenvolvimento, e colocá-lo em prática, aplicá-lo concretamente,  desenvolvendo-o na luta de classes hoje.

A crise que se abateu sobre o marxismo têm seus efeitos na crise que atinge o movimento operário. Mas a retomada da luta da classe operária hoje, na resistência à ofensiva das classes dominantes na crise do imperialismo, pode ser a oportunidade para que os comunistas e o proletariado retomem a capacidade de organização, compreensão e ação a partir de seu ponto de vista na luta de classes.

Já indicamos em nosso documento de apresentação (Por que razão discutir a crise do marxismo?) um caminho ainda inicial e geral para tentar superar essa crise:

“Trabalhar, para retomar a teoria revolucionária como instrumento para a construção da revolução, do socialismo e do comunismo. Perceber a imensa revolução teórica representada pelo Marxismo. Não se trata mais, como diz Marx, de interpretar o mundo de diversas maneiras, mas de transformá-lo. Tomar a teoria como arma do proletariado na luta de classe, arma que possibilita a ele e demais classes dominadas a ter uma prática revolucionária, elaborar a linha justa na luta de classes.

E em outro texto afirmamos o que consideramos as tarefas centrais fundamentais para a reconstrução do partido do proletariado:

“– Retomar o marxismo-leninismo no nível de desenvolvimento em que ele se encontra hoje;

– Reconstruir o Partido Revolucionário, unidade indissolúvel da teoria e da prática marxistas;

– Aprofundar nossas ligações com as massas dentro do princípio de que só as massas dirigidas pela classe operária e seu partido, armado da teoria revolucionária, podem fazer a revolução.”

Nos 150 anos da publicação do Livro 1 de O Capital, o maior míssil já disparado contra a burguesia e o capitalismo, nos 100 anos da Revolução Russa, comprovação histórica da possibilidade da classe operária conquistar o poder, derrotar seus inimigos e avançar rumo ao socialismo, nossas tarefas são as mesmas, já que nossos inimigos são os mesmos: dedicar todos os nossos esforços para retomar a teoria revolucionária, a teoria do proletariado, e colocá-la no posto de comando de nossa prática.

É essa a intenção desse site. Contribuir para o debate dessa questão. Resgatar e levantar a bandeira vermelha da revolução proletária.

Para isso, como dizia Marx há 150 anos:

“Todo julgamento da crítica científica será bem vindo. Quanto ao preconceito da assim chamada opinião pública, à qual nunca fiz concessões, tomo por divisa o lema do grande florentino: Segui Il tuo corso, e lascia dir le genti. (Marx, 1983, Editora Abril, prefácio à primeira edição de O Capital).”

________

Obs. Todas as postagens do blog Cem Flores foram transferidas para esse site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *