Aumentar a informalidade para aumentar a exploração do trabalho: a reforma trabalhista e sindical de Bolsonaro

Cem Flores No final do ano passado, já eleito presidente, Bolsonaro lançou sua máxima para o mercado de trabalho brasileiro: “No que for possível, sei que está engessado o artigo sétimo [da Constituição], mas tem que se aproximar da informalidade… Ser patrão no Brasil é um tormento”. Além do coice (mais uma tentativa de retirada de conquistas trabalhistas), o insulto (quem tem pena de patrão?). Não poderia ficar mais claro o caráter de classe de Bolsonaro, seu governo e seus aliados, contra […]

Leia mais

Cinquenta e cinco anos do golpe militar: resistimos e resistiremos.

Na luta é que a gente se encontra! Não pretendo nada, nem flores, louvores, triunfos. Nada de nada. Somente um protesto, uma brecha no muro, e fazer ecoar, com voz surda que seja e sem outro valor, o que se esconde no peito, no fundo da alma de milhões de sufocados. Algo por onde possa filtrar o pensamento, a ideia que puseram no cárcere.  Carlos Marighella, O país de uma nota só Nesse dia 31 de março completam-se cinquenta e […]

Leia mais

Chega de intermediários. Donald Trump para presidente do Brasil!

Logo após o golpe militar de 1964, a frase “Chega de intermediários. Lincoln Gordon para presidente” sintetizava o apoio explícito dos EUA ao golpe e o caráter subserviente da ditadura que se instaurava no Brasil por 21 anos. Lincoln Gordon era então o embaixador dos EUA no Brasil. E o Brasil parecia mesmo o quintal dos EUA. A recente viagem de Bolsonaro aos EUA deixou claro que essa subserviência explícita, característica da classe dominante brasileira, segue viva.  Em três dias […]

Leia mais

O governo Bolsonaro e a ofensiva reacionária na educação

Cem Flores A busca por realizar uma reforma reacionária do sistema educacional brasileiro é um dos aspectos centrais do governo Bolsonaro e de parte importante de seus aliados políticos e sua base eleitoral, composta pelas camadas médias, líderes religiosos (especialmente os neopentecostais), militares e militantes e parlamentares da extrema-direita.  Ao contrário da análise superficial – baseadas nas patéticas ações dos seus principais proponentes no governo: o Ministro da Educação (sic!), a Ministra da Mulher, da Família e dos Diretos Humanos […]

Leia mais

A recente resistência dos Metalúrgicos da GM no Brasil e suas lições para a luta operária

Cem Flores A multinacional norte-americana GM enfrenta graves problemas nos últimos anos. Começando pela crise de 2008 – quando foi socorrida pelo “liberal” Estado dos EUA com aproximadamente US$50 bilhões[i]–, passando pelas dificuldades em concorrer com rivais asiáticas pelo mundo, e por reestruturações constantes. No final do ano passado, a empresa anunciou mais uma enorme reestruturação mundial, objetivando, é claro, recuperar suas margens de lucro. Unidades produtivas inteiras e pelo menos 15% dos funcionários ficaram, desde então, na mira. Eis […]

Leia mais

A Reforma da Previdência faz parte do programa de classe da burguesia, de opressão e exploração dos trabalhadores

Cem Flores Na quarta-feira, dia 20 de fevereiro, o circo (de horrores!) foi montado em Brasília. Sob o aplauso unânime e entusiástico da grande imprensa, da grande indústria, dos grandes bancose do capital internacional, o governo entregou ao Congresso Nacional sua proposta de “reforma” (sic!) da previdência. O documento celebrado pelos funcionários do capital (foto abaixo) visa baratear o valor da força de trabalho no país, tornando-a mais lucrativa para os patrões; permitir a redução da carga tributária das empresas, também ampliando seus lucros; […]

Leia mais

O Hipócrita Patriotismo Burguês de Bolsonaro e seus Objetivos

Bolsonaro presta continência à sua bandeira em evento nos EUA. ‍ Cem Flores ‍ Todos lembram a patética frase de campanha com a qual Bolsonaro empolgava os setores mais reacionários do país e com a qual encerrou um dos seus discursos de posse: “a nossa bandeira jamais será vermelha”. Todos também recordam o fajuto slogan da campanha de Bolsonaro: “Brasil acima de tudo”. Todos igualmente viram o logotipo de propaganda do seu governo: “Pátria Amada, Brasil”. Por fim, todos obviamente […]

Leia mais

Sobre a crise na Venezuela

A experiência histórica de luta proletária e comunista nos ensinou diversas vezes que a reação burguesa aumenta em ferocidade e violência a cada derrota que lhe é imposta pela luta do proletariado e das massas populares. A razão para isso está na redução (ou perda) de seus privilégios de classe, dos seus lucros, dos seus luxos, do seu mando sobre o aparelho do Estado burguês. Daí o ódio que a burguesia devota ao proletariado e ao povo pobre em geral. […]

Leia mais

Atos em São Paulo mostram que não há repressão que impeça as classes dominadas de lutar!

Rap do Ônibus Projota […] Seria engraçado se não fosse desesperador Aos olhos de quem me governa, é esse o meu valor Sardinhas enlatadas são jogadas ao relento Folhas secas sem vida vão levadas pelo vento A raiva toma conta, muita treta, normal Nasce agora um assassino serial Prefeito que dá o aval, avisa já pra geral “Economiza porque o buzo vai subir mais um real” Meia dúzia na rua derruba buzo, incendeia Alguns sem vê, sem nada, abusam e […]

Leia mais

A crônica deste novo governo foi feita há um século por Lima Barreto: é a crônica de todos os governos da classe dominante.

Faz cinco anos que, para homenagear mais uma vez que o PT se ajoelhou para o capital financeiro, daquela vez a servidão de Dilma ao Bradesco com a nomeação de Joaquim Levy ao Ministério da Fazenda, publicamos o Sonetinho Bradesquiano. Por uma dessas farsas irônicas da história, não é que o eclético arroz de festa “Ex-Chicago Boy/Ex-FMI/Ex-Banco Mundial/Ex-Economista-Chefe do Planejamento de FHC/Ex-Secretário do Tesouro de Lula/Ex-Secretário da Fazenda de Sérgio Cabral/Ex-Ministro da Fazenda de Dilma”, agora é o Presidente do […]

Leia mais
1 2 3 10