A Crise do Imperialismo Como Ofensiva do Capital na Luta de Classes e a Necessidade da Contraofensiva da Classe Operária

“Causas Contrariantes [da Lei da Queda Tendencial da Taxa de Lucro]: 1. Elevação do grau de exploração do trabalho O grau de exploração do trabalho, a apropriação de mais trabalho e de mais-valia, é elevado a saber por meio de prolongamento da jornada de trabalho e intensificação do trabalho. … 2. Compressão do salário abaixo de seu valor … é uma das causas mais significativas de contenção da tendência à queda da taxa de lucro” [1] (sublinhado nosso). A crise do imperialismo, […]

Leia mais

Anti-Dimitrov, um livro indispensável no combate ao revisionismo contemporâneo

Reproduzimos nesse espaço postagem publicada no sítio Primeira Linha, que traz o artigo“Anti-Dimitrov, um livro indispensável no combate ao revisionismo contemporâneo” com uma análise crítica do livro “Anti-Dimitrov” do dirigente comunista português Francisco Martins Rodrigues. O sítio é a página oficial da organização comunista galega Primeira Linha, “integrada no Movimento de Libertação Nacional Galego, contribuindo para a edificação mundial da sociedade comunista”. Já publicamos no Cem Flores o artigo A Luta contra o Revisionismo que traz um breve histórico do grande dirigente comunista português Francisco Martins Rodrigues, “uma vida […]

Leia mais

Escolher entre a destruição do capital ou a da humanidade

Reproduzimos, por sua importância diante da necessidade para os comunistas de aprofundar a discussão e a compreensão da crise que assola o imperialismo, o texto “Escolher entre a destruição do capital ou a da humanidade”, publicado  em O Comuneiro, revista eletrônica dirigida por Ângelo Novo e Ronaldo Fonseca. O texto publicado é o último capítulo, com alguns acrescentos colhidos no miolo do seu penúltimo livro ‘Démanteler le capitalisme ou être broyés’, Éditions Page Deux, Lausanne, 2011, texto traduzido e com arranjos […]

Leia mais

Notas sobre a relação entre o materialismo histórico e o materialismo dialético

  A propósito do texto de Georges Gastaud “o renascimento do materialismo dialético no coração do antagonismo entre revolução e contra-revolução no séc. XXI” (O texto original em francês de Gastaud e a tradução para a língua portuguesa encontram-se no sítio do encontroMarx em maio, ocorrido entre 3 e 5 de maio de 2012 na Universidade de Lisboa. Link: http://marxemmaio.wordpress.com)   Vantuir Negrão [1]   “La crítica no ha desahojado las flores imaginarias que adornaban las cadenas para que el […]

Leia mais

Resposta ao Camarada R. N.

Após o envio de um e-mail para o endereço de nosso blog contendo críticas e contribuições, a nosso ver, importantes, vinculadas ao nosso último “post”: “O caleidoscópio da ideologia dominante”, resolvemos publicá-las como comentários a essa matéria, bem como, resolvemos debatê-las. O tamanho da resposta, bem como, sua importância, criaram a necessidade de fazê-la em um novo “post”. Segue abaixo nossa resposta. “Que cem flores desabrochem! Que cem escolas rivalizem!” Prezado camarada R.N., Agradecemos sua leitura atenta do nosso último […]

Leia mais

Caleidoscópio de erros ou o «dernier cri» da ideologia dominante

Nos últimos anos tem sido enorme a produção dos ideólogos da classe dominante para tentar demonstrar que nos dois mandatos de Lula, o nosso Lech Walesa tropical, graças à sua clarividente direção, o Brasil: teria seguido uma política econômica que lhe garantiu um contínuo crescimento nestes oito anos; teria garantido não só o crescimento econômico, como também o bem estar da população, com a redução da pobreza e o ingresso de milhões de “pobres” na “classe média”, ou mais precisamente […]

Leia mais

A tarefa candente para os revolucionários em todo o mundo é a de transformar a crise do imperialismo em revolução

(…) O idealismo e a metafísica são as coisas mais fáceis deste mundo porque, não sendo baseados na realidade objetiva nem submetidos à sua contraprova, permitem que as pessoas digam toda a espécie de disparates que lhes aprouver. O materialismo e a dialética, pelo contrário, exigem esforço. Devem ser baseados e comprovados pela realidade objetiva. Se não nos esforçamos nesse sentido haverá propensão para sermos arrastados para o idealismo e a metafísica (…) (TSÉ-TUNG, Mao.). [1] O primeiro ponto que é […]

Leia mais

A crise do imperialismo é a crise da divisão internacional do trabalho

Queremos apresentar aqui, de forma sumária e esquemática, um conjunto de teses que vimos discutindo sobre a conjuntura da luta de classes na crise do imperialismo, teses que nos propomos coletivamente a desenvolver, precisar e retificar. Conclamamos a todos os camaradas que participam de nosso trabalho coletivo a contribuir nesse processo. A tese que queremos levantar é: O imperialismo vive uma crise de qualidade e profundidade novas, a crise de uma nova divisão internacional do trabalho. A atual crise do […]

Leia mais

Praticar a crítica teórica

Combater a ideologia burguesa – quer ela se apresente a partir dos aparelhos ideológicos da burguesia; quer se manifeste no seio da classe operária; quer ainda em organizações ditas “de esquerda”, ou mesmo nominalmente “comunistas”, como expressão do oportunismo, do revisionismo e do reformismo – tanto na prática teórica e política na luta de classes, é uma tarefa imprescindível para todos os comunistas. É através desse combate sem tréguas que se fortalecem e se desenvolvem tanto o marxismo e sua […]

Leia mais

Algumas lições da crise para a nossa luta

A crise prolongada que o imperialismo vem atravessando nas últimas décadas entrou, desde agosto de 2007, em sua fase aberta. A superacumulação generalizada de capitais sem condições de serem aplicados na produção à taxa de lucro média obtida em períodos anteriores, somada à gigantesca destruição de capital fictício e ao travamento dos circuitos de crédito (interrupção da acumulação do capital portador de juros), tornam a crise atual a maior e mais importante desde 1929. Com esta crise se agravam todas […]

Leia mais
1 4 5 6 7