Notas sobre a linha sindical – Francisco Martins Rodrigues

O texto que abaixo reproduzimos, de Francisco Martins Rodrigues, foi publicado originalmente no site português que reúne sua produção teórica. Escrito em 1988, como notas para um debate interno na organização a que pertencia, o autor indica uma linha teórica e prática de atuação aos comunistas na frente sindical, com importantes lições que seguem extremamente atuais. Esse texto se soma a outras publicações do Cem Flores, tais como O movimento sindical na crise do capitalismo brasileiro e a A legalização […]

Leia mais

TOMAR AS RUAS CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA! A LUTA APENAS COMEÇOU!

Neste dia 22 de março, os trabalhadores saíram às ruas em dezenas de cidades país afora dizendo um firme “NÃO!” à reforma da previdência do governo Bolsonaro e da burguesia e a tudo o que ela significa. Nem mesmo o imobilismo, as negociatas e a velha enrolação do peleguismo conseguiu frear o Dia Nacional de Mobilização, que se tornou, pela força das bases, algo mais: um dia de luta! Fechando assim, com chave de ouro, uma fatídica semana para a […]

Leia mais

Ainda o 8 de Março, de Ana Barradas.

Continuando a publicar materiais alusivos ao Dia Internacional da Mulher Proletária reproduzimos o texto Ainda o 8 de Março, da camarada Ana Barradas. O original , publicado em maio de 2017, pode ser acessado aqui. Ainda o 8 de Março Ana Barradas Só haverá solidariedade entre as mulheres trabalhadoras se for em volta de uma plataforma revolucionária que está por criar. Mesmo assim, muitas mulheres continuam a ver o Dia Internacional da Mulher como um marco de eleição para reafirmar […]

Leia mais

O 8 de Março Ainda é o Dia da Mulher? de Ana Barradas

Nos últimos anos é explícito o ascenso da luta das mulheres. No Brasil e no mundo assumem um papel de vanguarda nas grandes manifestações populares, no combate ao fascismo e na defesa das bandeiras do nosso povo. Crescem assim as posições feministas revolucionárias e, no mesmo processo, as reformistas, oportunistas e pequeno-burguesas. Debater hoje o conteúdo e o sentido do crescimento da luta das mulheres é central para a retomada da luta de classes do ponto de vista do proletariado. […]

Leia mais

A recente resistência dos Metalúrgicos da GM no Brasil e suas lições para a luta operária

Cem Flores A multinacional norte-americana GM enfrenta graves problemas nos últimos anos. Começando pela crise de 2008 – quando foi socorrida pelo “liberal” Estado dos EUA com aproximadamente US$50 bilhões[i]–, passando pelas dificuldades em concorrer com rivais asiáticas pelo mundo, e por reestruturações constantes. No final do ano passado, a empresa anunciou mais uma enorme reestruturação mundial, objetivando, é claro, recuperar suas margens de lucro. Unidades produtivas inteiras e pelo menos 15% dos funcionários ficaram, desde então, na mira. Eis […]

Leia mais

A Reforma da Previdência faz parte do programa de classe da burguesia, de opressão e exploração dos trabalhadores

Cem Flores Na quarta-feira, dia 20 de fevereiro, o circo (de horrores!) foi montado em Brasília. Sob o aplauso unânime e entusiástico da grande imprensa, da grande indústria, dos grandes bancose do capital internacional, o governo entregou ao Congresso Nacional sua proposta de “reforma” (sic!) da previdência. O documento celebrado pelos funcionários do capital (foto abaixo) visa baratear o valor da força de trabalho no país, tornando-a mais lucrativa para os patrões; permitir a redução da carga tributária das empresas, também ampliando seus lucros; […]

Leia mais

Combater o reformismo e o oportunismo. Desenvolver e organizar a posição proletária na luta de classes.

Apresentação do artigo de Lênin: “Mais uma vez sobre o Ministério da Duma”   Em períodos como o que vivemos hoje no Brasil, em que é necessário combater a reforma trabalhista, a reforma da previdência, dentre outros avanços da burguesia sobre a classe operária e as classes dominadas, muitos, de forma sincera, podem se questionar:qual deve ser a posição proletária na luta de classes, incluindo os períodos de ofensiva da burguesia? Ceder nos princípios e tentar crescer na lógica do […]

Leia mais

Louis Althusser: O “Que” de “Que Fazer?” (Inédito, 1978)

‍ ‍Apresentação e tradução por Cem Flores ‍ Dando continuidade à tradução dos inéditos de Althusser[I], apresentamos aos camaradas leitores o primeiro capítulo do livro Que fazer? , de 1978[II]. O nome do capítulo é O “Que” de “Que Fazer?”. Como o próprio título indica, nessa ocasião, o autor buscou ratificar a relevância teórica e política da “velha pergunta de Lênin” para a classe operária em sua luta, tanto em sua dimensão mais imediata, tática, quanto em sua dimensão de […]

Leia mais

Aprender com os Panteras Negras

Nos anos 1960, o povo negro dos Estados Unidos se levantava contra a exploração e a opressão do sistema racista. A repressão foi feroz, inclusive assassinando grandes lideranças, como Malcolm X. Em 1966, essa luta ganha um novo patamar com a fundação do Partido Pantera Negra para Autodefesa, uma organização revolucionária, de inspiração marxista-leninista. Durante vários anos, os Panteras Negras organizaram o povo negro em uma luta por melhores condições de vida, fim da violência policial, por liberdade, por respeito… […]

Leia mais

De Hunan à Paris: relendo um clássico de Mao

É sabido que Paris, nas últimas semanas, tem vivido uma histórica onda de protestos e revoltas. O estopim foi o reajuste do imposto sobre combustíveis, que elevaram seus preços em todo a França. As convocações se iniciaram e têm se sustentado nas redes sociais, e não através das clássicas centrais sindicais e partidos reformistas franceses. E rapidamente as ruas deram lugar a diversas pautas, canalizando as vozes reprimidas das classes dominadas, em uma explosão de descontentamento que tem abalado o […]

Leia mais
1 2 3 4 5